Mostramos como o teste A/B pode ajudar na melhoria dos seus processos e fornecer dados para auxiliar na tomada de decisão.

Quando iniciamos o projeto de um site para uma empresa surgem diversas dúvidas de estrutura, layout, linguagem de abordagem, modelo de negócio e de persona, entre outros quesitos. Para resolver todas essas questões uma das alternativas é a contratação de profissionais da área para orientar nessas difíceis decisões. Nesse primeiro momento é sim a melhor decisão, porém quando a empresa já está consolidada e com uma grande tráfego de visitante é importante acompanhar a exigência do mercado, nesse quesito o feedback dos consumidores e o melhor caminho para implantando a melhoria contínua, pois cada empresa possui o seu público com as suas particularidades - a persona, é o seu comportamento faz com que os testes sejam a principal opção para descobrir qual abordagem funciona melhor para aquele público específico.

O que é e por que usar o Teste A/B?

No processo de melhoria contínua, algumas das perguntas mais frequentes são: Devo mexer em time que está ganhando? Como saber o nível de melhoria das opções? O que é melhor para o meu público? E é aí que entra o teste A/B.

O teste A/B é uma das técnica mais conhecida e assertivas do mercado, pois ela se baseia em dados dos seus consumidores e não em achismo ou teoria do mercado. O teste A/B consiste em dividir o tráfego em duas versões, a atual e uma adversária, como as duas versões são distribuídas de forma aleatória, no mesmo espaço de tempo e sem fatores externos que influenciam no resultado, o resultado alcançado torna-se muito confiável, ajudando a medir qual o índice de conversão de cada uma das versões, posterior ao teste a melhor versão fica como atual e a próxima opção entrar como adversária e inicia um novo teste.

Teste A/B: do planejamento aos testes efetivos

Segue alguns exemplos de lugares onde as alterações costumam dar resultados e ajudar na alavancagem na empresa:

1.   Títulos em destaque, os famosos headline.

2.   Descrição da oferta e um atrativo para o público em geral, busque ser atrativo;

3.   Imagens ou vídeos chamam a atenção e facilita a compreensão;

4.   Indicadores de confiabilidade na página aumenta a sensação de segurança;

5.   Destaques nas cores, tamanhos e campos dos formulários;

6.   Call-to-action (CTA) para download de materiais, conversão, cadastros de testes, recibo de e-mail marketing, no início do texto/e-mail;

7.   Usar vídeos do autor do sistema como material educativo.

Quais os benefícios de se aplicar o teste A/B?

Como o teste A/B dá o feedback real do mercado, possibilita a mensuração do retorno em dados,  possibilitando melhorias para otimizar a taxa de conversão da página, outra vantagem de utilizar o teste A/B é a sua versatilidade, ele pode ser usado em diversos canais de comunicação como Google Adwords, Redes Sociais, Sites, E-mail Marketing e Landing Pages

Teste A/B

Pensando em exemplos do teste A/B, vamos imaginar um site de vendas de sistema online, assim como o Painel Integrado, pensando no potencial de seu produto e para melhorar as métricas e os potenciais leads, a empresa optou por aplicar um teste A/B no cadastro do teste do sistema, a versão atual exigia o cadastro de um cartão de crédito para validar a fase de teste do sistema, já a opção adversária informava que para testar o sistema não é necessário o cadastro de cartão de crédito para pagamento, Observou-se que a taxa de conversão na opção onde era necessário o uso do cartão de crédito para teste era de X, e na opção que não era necessário cadastrar a forma de pagamento era de 3X, alterando a forma de cadastro no teste do sistema, tiveram um aumentando de ROI - Retorno sobre investimento de 2X%.

Quando NÃO fazer teste A/B?

Alguns esclarecimentos são importantes para quem pretende aplicar o teste A/B:

* O primeiro deles é que para que ele seja válido estatisticamente, é necessário que a página já tenha um tráfego de visitas relevantes, requisito normalmente cumprido em empresas consolidadas, a falta de volume pode levar a decisões prematuras e incorretas;

* Segundo quesito é o profissional que fará a análise dos dados encontrados no teste A/B realizado, alguns critérios são importantes tanto para a realização do teste quanto para a análise dos dados obtidos;

* Terceiro critério e realizar teste tendo somente um elemento a desafiar, testes contendo mais de um elemento não dão precisão de qual mudança foi responsável pelo aumento ou diminuição de resultados.

Como fazer o Teste A/B?

Existem diversas ferramentas que fazem o teste A/B, segue alguns exemplos:

1.   Google Optimize

2.   Optimizely

3.   VWO - Visual Website Opimizer

4. Crazy Egg

Bom, esperamos que as informações tenham sido úteis e que o teste A/B passe a fazer parte de sua estratégia de melhoria contínua.

Quer aprender ainda mais sobre métricas de marketing digital e diversos outros assuntos para alavancar o seu negócio? Então cadastre-se no nosso blog e siga-nos nas redes sociais, assim você vai receber alertas sempre que tiver alguma novidade disponível. Ou aproveite o espaço abaixo e deixe um comentário sobre nosso artigo!